Aliado do coração

22 de Jul de 2020

Você já ouviu falar que o azeite de oliva faz bem para a saúde cardiovascular?

Um dos grandes defensores do consumo do azeite de oliva extra virgem de boa procedência, o doutor gaúcho Victor Sorrentino, alerta para o que diz a ciência sobre as propriedades do azeite.  Rico em ômega 9, propriedades antioxidantes e em gorduras monoinsaturadas, ele está no time das gorduras de boa qualidade. Aquelas essenciais à nossa vida.

O que diz o estudo?

Um grupo de voluntários sem câncer, sem problemas cardíacos e sem doenças crônicas foram acompanhados durante 24 anos. Um total de 63867 mulheres e 35512 homens responderam a questionários sobre dieta e estilo de vida a cada 4 anos no intervalo entre 1990 e 2014. O estudo foi publicado no Journal of the American College of Cardiology.

Os trabalhos constataram que, entre aqueles que consumiam mais do que meia colher de sopa de azeite por dia, teve o risco de sofrer com qualquer doença cardiovascular em 15%. Além disso, os riscos de sofrer com a doença arterial coronariana caiu em 21% entre essas pessoas.

De acordo com os pesquisadores, o simples fato de substituir uma colher de chá de gordura láctea como manteiga, margarina ou maionese pela mesma quantidade de azeite está associada à diminuição do risco de infarto em 5%.

Esse é um enorme benefício em consumir essa gordura de excelente qualidade, além de muitos outros que vale a pena listar brevemente.

Rico em ácidos graxos insaturados e LDL (lipoproteína de baixa densidade conhecida como “colesterol bom”), o azeite de oliva reúne benefícios para todo o organismo.

Suas propriedades favorecem a saúde dos ossos, protegem o cérebro, diminuem as chances de depressão e retardam o envelhecimento, só para citar alguns dos benefícios.

 

Fonte original

0 Comentários
Deixe o seu comentário