Blend X Koroneiki: entenda a diferença

31 de Mai de 2022

Os rótulos de Costa Doce apresentam as variações Blend e Koroneiki. O Blend ainda é dividido entre médio e intenso. As características que o azeite apresenta são o que determinam a sua classificação e é ela que o deixa mais indicado para harmonizar com cada alimento.

O Blend é um azeite produzido com a mistura de várias azeitonas. Assim, ele pode ser chamado de “blend do campo”, quando produzido com azeitonas de diferentes variedades colhidas e extraídas juntas. Ou pode ser um blend em que o produtor mistura proporções específicas de azeite já extraído para obter as características sensoriais que deseja, como, por exemplo, compensar a baixa picância de um determinado tipo de azeitona.

Já o Koroneiki é o azeite feito deste tipo de azeitona. Ela é uma das variedades mais comuns na Grécia, tem sua origem por lá e vem se disseminando por todo o mundo em função de sua alta adaptabilidade e possibilidade de uso em cultivos  superintensivos. A oliveira da Koroneiki é uma árvore de vigor médio, copa aberta e alta capacidade de enraizamento, além de ser resistente a secas e suportar bem as condições de vento.

Clique aqui para conferir os aromas encontrados em cada uma das variações de azeite.

Sugestões de harmonização

O Blend médio é ideal para harmonizar com pratos leves como saladas, carnes brancas, legumes, queijos e doces, que exigem mais suavidade. Já o intenso é indicado para carnes vermelhas, risotos, pratos que levam vinho tinto e receitas mais fortes.

Veja aqui uma receita para harmonizar com Costa Doce Blend Intenso.

Os rótulos Koroneiki são ideais para pratos mais encorpados como bacalhau, peixes, risotos e massas.

Confira a receita de tilápia preparada com Costa Doce Premium Koroneiki.

 

Fonte: Extra Fresco - Guia de azeites do Brasil, de Sandro Marques.

0 Comentários
Deixe o seu comentário